Plataforma usa inteligência artificial para tornar passagens aéreas mais barata

Uma nova solução que emprega inteligência artificial promete ajudar encontrar passagens mais baratas, ao mesmo tempo que acaba com os espaços vazios nos aviões.

Uma nova solução que emprega inteligência artificial promete ajudar encontrar passagens mais baratas, ao mesmo tempo que acaba com os espaços vazios nos aviões.

A plataforma Trafega calcula as chances de um passageiro viajar com valor desejado e auxilia a reequilibrar os preços das passagens. O sistema empregou conceitos de economia comportamental que analisa o perfil de compra dos usuários. O conceito final ultrapassa modelos tradicionais de marketing sobre comportamento do consumidor. São consideradas variáveis como percepção de valor, para oferecer às companhias técnicas capazes de preencher os espaços vazios em aviões, sem comprometer a proteção de preços.

De acordo com os criadores do Trafega, a variação dos preços de passagens aéreas confunde o usuário sobre o melhor momento de comprá-las, pois, teoricamente, existe uma redução no valor nas compras com antecedência. Todavia, também é possível encontrar promoções atraentes próximas à data de embarque.

A plataforma utiliza um sistema de inteligência artificial, apelidado de Olívia, para encontrar os melhores preços com base no que o consumidor deseja ou pode pagar e, enquanto calcula as chances de ele viajar com esse valor.

A ideia surgiu do relacionamento à distância do engenheiro de software Eduardo Ibrahim, que precisava voar com frequência. Ao notar a variação constante nos valores passou a estudar o modelo de tarifação das companhias. “Acabei me deparando com estratégias de proteção de preços utilizadas há mais de 50 anos, que não consideram a dinâmica do usuário atual”, afirma o Ibrahim. “Isso gera prejuízos para as companhias e menos viagens para o consumidor”.

O conceito do Trafega é similar ao adotado em outras plataformas, onde o usuário estipula o valor que deseja pagar pelo serviço. No caso do Trafega, o viajante insere os dados de origem, destino e datas de ida e volta, assim como o valor que deseja pagar pelas passagens. A partir disso, o sistema calcula as chances de ele viajar de acordo com o limite estipulado e também sugere as oportunidades para compra imediata. “Caso o viajante não encontre o que precisa, a inteligência artificial auxilia-o a encontrar um valor que atenda às expectativas”, diz Ibrahim.

A partir deste mês, a plataforma também disponibilizará um aplicativo gratuito para Android e iOS.