Alunos e professores participam de seminário na Itália

“Concebida como estratégia para compartilhar com outras nações experiências acadêmicas, a internacionalização da educação superior vem dominando a agenda de instituições públicas e privadas em todo o mundo na última década. Obter visibilidade em mundo globalizado, no entanto, exige não apenas parecer internacional, mas capacidade de oferecer um padrão de qualidade com ações e projetos que levem, d

“Concebida como estratégia para compartilhar com outras nações experiências acadêmicas, a internacionalização da educação superior vem dominando a agenda de instituições públicas e privadas em todo o mundo na última década. Obter visibilidade em mundo globalizado, no entanto, exige não apenas parecer internacional, mas capacidade de oferecer um padrão de qualidade com ações e projetos que levem, de forma efetiva, as vantagens da internacionalização para toda a comunidade acadêmica”. Essa a afirmação da professora Jane Knight, do Instituto de Estudos em Educação de Ontário, Universidade de Toronto, em entrevista ao Extra-Classe.org.br. Compactuando desse pensamento o Univem, em parceria com a Universidade Estadual do Norte do Paraná Uenp, participou, em janeiro, do 9º Encontro Euro-Brasileiro. Durante o evento, docentes e alunos participaram do Seminário “Fraternità e Diritto”, no Instituto Universitário Sophia em Florença, Itália, no qual os conferencistas foram o Prof. Dr. Antonio Maria Baggio e Profª. Dra. Maria Giovanna Rigatelli, esta responsável no mundo pelo movimento Comunhão e Direito, que destacaram a importância de considerar – neste Século XXI - a fraternidade como um princípio jurídico, que tem uma função de amalgama entre os princípios da liberdade e da igualdade.
Bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC/CNPq), a aluna do curso de Direito, Victória Monazer, destacou a importância do Encontro Euro-Brasileiro para sua formação pessoal e profissional. “O conhecimento que trazemos de um evento como esse é muito grande. É uma troca de experiência que enriquece a nossa aprendizagem “, comentou.
Durante o Seminário, os alunos da graduação e Pós-graduação tiveram a oportunidade de falar sobre suas linhas de pesquisa e conhecer, de forma mais aprofundada, a base do Direito. “Fomos muito bem recebidos por sermos brasileiros, e principalmente por sermos alunos do Univem. Nos sentimos respeitados e orgulhosos por isso! Foi uma experiência indescritível! Esse incentivo à pesquisa fora dos muros da universidade é um dos diferenciais do Univem”, ressaltou.  
Segundo a mestranda em Direito, Taís Faria Seraguci, a participação no evento foi bastante produtiva. “A participação no Encontro possibilitou a análise de assuntos ligados ao Direito dentro de uma perspectiva diferente, não apenas pelas condições territoriais e locais dos assuntos tratados, mas pela importância da interação mundial em relação a assuntos como liberdade de expressão, questão delicada nos dias em que vivemos, especialmente se pensarmos no evento da globalização e como isso influencia a dinâmica do Direito”, disse.
Ainda segundo a mestranda Taís, as relações interpessoais que se desdobram em encontros como estes fazem os alunos refletir sobre toda a trajetória acadêmica, profissional e pessoal. “A interação com o novo, com o diferente, nos instiga a identificarmos nossos erros e programarmos nossa trajetória profissional com o intuito de evoluir e contribuir de uma maneira mais proveitosa para com a nossa sociedade”, afirmou.
Ao todo 56 pessoas, entre alunos, docentes e convidados participaram do 9º Encontro Euro-Brasileiro, sendo 40 alunos na área de Direito. Segundo destacou o Pró-reitor de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão e coordenador do Programa de Mestrado em Direito, Prof. Dr. Lafayette Pozzoli a parceria com a Uenp tem fortalecido, ainda mais, o processo de internacionalização dentro do ambiente acadêmico do Univem. De acordo com ele, nesses nove anos, o Univem tem oportunizado a dezenas de alunos e professores o conhecimento fora do País e, à instituição, novos convênios. “Fomos recebidos no Instituto Universitário Sophia pelo Reitor, Prof. Dr. Piero Coda que afirmou o interesse de firmar um convênio acadêmico com o Univem. Os termos dessa parceria já estão sendo estudados”, destacou.