Polícia Civil identifica bando que aplicava “Golpe do Cartão”

A ação apreendeu aparelhos celulares, notebook, joias e pendrive

Quatro homens e uma adolescente foram detidos hoje (17) numa operação da Polícia Civil de Marília acusados de integrar quadrilha que aplicava o “Golpe do Cartão”.

Segundo o delegado coordenador da Central de Polícia Judiciária (CPJ), José Carlos Costa, as investigações identificaram que esse bando teria cometido pelo menos nove golpes.

“A investigação ainda continua para identificar mais integrantes dessa ou membros de outras quadrilhas que aplicam esses golpes na região de Marília”, afirmou Costa.

Policiais civis cumpriram mandados de busca em imóveis localizados em bairros da zona Norte da cidade.

A ação apreendeu aparelhos celulares, notebook, joias e pendrive.

“Esses envolvidos prestaram depoimento e foram liberados”, disse.

Os quatro envolvidos devem ser indiciados pelos crimes de estelionato e formação de quadrilha.

Somadas as penas podem chegar até oito anos de prisão em regime fechado.

Histórico – Levantamento obtido pela reportagem do Jornal da Manhã com a Polícia Civil revelou que mais de 40 estelionatos digitais – Golpe do Cartão, da OLX e do Falso Sequestro – foram aplicados em Marília entre os meses de abril e maio. 

Ainda segundo Costa, o “Golpe do Cartão” causa maior preocupação, pois o criminoso tem contato pessoal com o alvo.

“Ele ocorre quando a vítima recebe uma falsa ligação do banco informando algum tipo de problema em seu cartão bancário e o criminoso pede para ela utilizar o telefone fixo para ligar no 0800. Essa ligação é transferida para o celular do criminoso, que obtém número e senha do cartão, e informa que um funcionário do banco vai até a residência para inutiliza-lo. A vítima entrega o cartão e os bandidos acabam efetuando saques e compras em valores elevados”, disse.