Desempregada flagrada com drogas é condenada a mais de cinco anos de prisão

O juiz ainda não concedeu a ré o direito de recorrer da sentença em liberdade.

Decisão da Justiça de Marília condenou a desempregada Larissa de Sá Barbosa a mais de cinco anos de prisão pelo crime de tráfico de entorpecentes.

Em março, ela foi flagrada por policiais militares com porões de cocaína e maconha no Jardim Santa Antonieta, na zona Norte da cidade.

A sentença assinada pelo juiz da 3ª Vara Criminal de Marília, Décio Divanir Mazeto, foi publicada na edição de quinta-feira (19) do Diário Oficial do Estado de São Paulo.

O magistrado acolheu o pedido do Ministério Público e condenou a desempregada a cinco anos e dez meses de reclusão em regime fechado.

O juiz ainda não concedeu a ré o direito de recorrer da sentença em liberdade.

“Vislumbrando a comprovação de circunstâncias cautelares criminais concretas, ante a ausência de modificação do quadro probatório que motivou a decretação da prisão preventiva, bem como pelo quantum de pena aplicado nessa sentença e o regime inicial do cumprimento da sanção corporal e sua espécie, nego à acusada Larissa o direito de recorrer da presente decisão em liberdade”, decidiu.

Caso:

O flagrante ocorreu na tarde do dia 17 de março, por volta das 16h30.

Os policiais militares realizavam patrulhamento pelo bairro quando no cruzamento das ruas Orlando Trali e Egídio Feneli flagraram a acusada recebendo uma sacola plástica.

Ao notar a aproximação da viatura, a desempregada tentou fugir, mas foi perseguida e detida.

Na sacola plástica foram encontrados 40 pinos de cocaína e 27 trouxinhas de maconha.

 

Por Matheus Brito