Mariliense é escalado para jogo entre Fernandópolis x Rio Branco

Márcio Henrique de Gois já fez 15 jogos como VAR no Brasileirão deste ano

O mariliense Márcio Henrique de Gois foi escalado para ser o árbitro principal de Fernandópolis x Rio Branco, pelo jogo de volta das quartas de final do Campeonato Paulista da 4ª Divisão (Sub-23). A partida acontece neste domingo (dia 6), às 10h, no estádio Claudio Rodante, em Fernandópolis. Ele terá como auxiliares Gustavo Rodrigues de Oliveira e Luiz Alberto Andrini Nogueira.

Márcio Gois tem 39 anos e faz parte do quadro da Federação Paulista de Futebol (FPF) desde 2002. Nesta temporada, já realizou 21 jogos como árbitro principal, quarto árbitro ou VAR nas três primeiras divisões do Paulista. Só na Série A-1 foram 14 partidas e o principal jogo como juiz foi no dia 20 de março, no Allianz Parque, na vitória do Palmeiras de 1 a 0 sobre a Ponte Preta.

O mariliense também faz parte quadro da CBF desde 2012 e nesta temporada já trabalhou em 24 partidas, sendo 15 no Campeonato Brasileiro da Série A e todas como VAR (árbitro de vídeo). Nesta mesma função, fez dois jogos de Copa do Brasil: Atlético-MG 2x0 Cruzeiro (quartas de final) e Fluminense 1x1 Cruzeiro (oitavas). O confronto de domingo entre Fernandópolis x Rio Branco será o primeiro de Márcio Gois na 4ª Divisão Paulista em 2019.

Juiz de MAC x São José

O árbitro principal do jogo MAC x São José também é experiente. Thiago Duarte Peixoto tem 40 anos e já realizou 16 jogos no Campeonato Paulista desta temporada, sendo 12 deles na Série A-1 e a maioria como juiz central. Ele inclusive fez a segunda partida da final do Paulistão, em Itaquera, como VAR, em que o Corinthians venceu o São Paulo por 2 a 1 e foi campeão. Nesta mesma função também trabalhou no segundo duelo da semifinal no Pacaembu, em que o Santos bateu o Corinthians por 1 a 0, mas foi eliminado nos pênaltis.

Contudo, no Paulistão de 2017, ele foi o principal personagem do clássico entre Corinthians e Palmeiras, em Itaquera. Thiago Duarte Peixoto aplicou o cartão vermelho equivocadamente ao volante alvinegro Gabriel sendo que a falta foi cometida por Maycon. Após muita confusão, a marcação foi anulada pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) no dia seguinte. Após o acontecimento o árbitro foi afastado e a punição foi apitar divisões inferiores do futebol paulista.

Thiago Duarte Peixoto é filho do ex-jogador Carlos Beronha, que defendeu o Marília como lateral-esquerdo de 1982 a 86.