Seminário Estudantil mostra produções de professores e alunos

Evento ocorre anualmente para compartilhar boas práticas docentes

 

Foi realizado na última semana o VI Seminário Estudantil “EE Prof. Amílcare Mattei” ,  evento que ocorre anualmente  e tem como  objetivo fazer com que as produções realizadas por professores e alunos de várias escolas da cidade e da região possam compartilhar boas práticas docentes, projetos científicos e reflexões que envolvam os grêmios estudantis e as comunidades escolares.

Neste ano de comemoração de 60 anos da escola, em sua sexta edição o seminário contou com 82 participantes que apresentaram 56 trabalhos relacionados a variados temas, como “a aplicabilidade da inteligência artificial”, “mulheres no islã”, “o universo e seus mistérios”, “avaliações por estações”, entre outros.

Na comunição de abertura, a diretora Ana Dolores Zuccolin de Mello apresentou o histórico da escola, tratando dos seus diversos períodos, desde quando tinha o curso Normal (para a formação de professores) até os dias atuais, com o Programa de Ensino Integral, modelo diferenciado focado no Projeto de Vida dos alunos.

Foram homenageadas Carmem Lúcia Tavares de Almeida (ex-diretora  da escola, responsável pela implantação do Programa de Ensino Integral) e Maria Angélica Delle Siquinelli (agente de organização escolar, com vinte e sete anos de dedicação à instituição, representando todos os funcionários que prestam serviço tão essencial para o funcionamento da unidade escolar).

Na comunicação de encerramento o professor  Dr. Lincoln Menezes de França, professor de Sociologia da escola, fez uma análise sobre a desigualdade na educação do país e abordou a condição diferenciada da E.E. Prof. Amílcare Mattei, como uma escola que propicia oportunidades para a vida dos estudantes.

Os alunos e professores superaram as expectativas do público presente com suas apresentações, demonstrando o quanto a escola tem proporcionado aprendizados diferenciados, que aprofundados, tornaram-se Projetos Científicos, alguns inclusive, com bolsas de estudos. A aluna Júlia da Mata Honório, da primeira série B, comentou que gostou muito do evento e que apresentará no próximo ano.