Curso de Direito da Unimar viaja a Brasília

Acadêmicos de Direito da Unimar viajaram ontem para a capital nacional

Acadêmicos de Direito da Unimar (Universidade de Marília) viajaram ontem para a capital nacional. O novo projeto Conexão Brasília-DF inclui visitas técnicas e experiências práticas, como acompanhar pessoalmente uma sessão de julgamento do STF (Supremo Tribunal Federal).
O grupo de viagem do Direito da Unimar incluiu 27 pessoas, sendo 22 alunos do quarto ao décimo (último) termo, dois pós-graduandos, um mestrando e dois docentes. A universidade arcou com 50% dos custos do transporte e da hospedagem.
Ontem foi dia de viagem e o retorno acontece na sexta-feira. Quarta e quinta serão voltadas à programação, toda agendada previamente. “Essa é uma experiência única, não apenas de visitações, mas de vivência em órgãos de relevância nacional”, disse a coordenadora do curso de Direito da Universidade de Marília, Francis Marília Pádua.
Justamente por esse diferencial, a proposta do docente idealizador, Bruno Bastos de Oliveira, foi imediatamente aceita pela coordenação. “Esta viagem envolve a experiência prática, acompanhando um julgamento do STF, conhecendo as comissões técnicas e tendo um encontro com o deputado federal Enrico Misasi (PV) dentro da Câmara”, disse ele.
Além do STF e do Congresso Nacional (Câmara dos Deputados e Senado Federal), estão incluídos na programação o Palácio Itamaraty, o Instituto Rio Branco, o Conselho Federal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).
“Será um estudo prático. Vamos conhecer de perto a realidade desse órgão sem uma programação de dois dias previamente organizada e agendada”, mencionou a aluna de Direito da Unimar, Ana Lúcia Pereira dos Santos.
A pró-reitora da Universidade de Marília, Fernanda Mesquita Serva, lembrou as visitas técnicas já organizadas pelo Direito da Unimar anteriormente. O projeto Conexão Brasília é um avanço dessa experiência. “Um projeto de extensão de grande relevância que vai permitir aos alunos o convívio com a realidade desses órgãos, além da integração entre acadêmicos de termos diferentes, mestrando e pós-graduandos, numa troca de conhecimentos também”.