Mesmo com dores na coxa, Hebert diz que vai para o jogo

Volante maqueano revelou que dores limitam seus movimentos: “Sempre limita um pouco”

Do atual elenco do Marília Atlético Clube (MAC), o volante Hebert é certamente o que mais quer o acesso no Campeonato Paulista da 4ª Divisão (Sub-23). Além de ser formado na base maqueana, o jogador fez parte dos dois últimos rebaixamentos no estadual: Série A-2 de 2016 e A-3 de 2018.

“Todos nós estamos com o mesmo objetivo de subir, porém acredito que meu caso é um pouco especial por ser da cidade, apesar de não ter nascido aqui. Comecei aqui na base e sou muito grato por tudo. Espero terminar essa competição com o acesso e com o título”, declarou.

Hebert é o atleta que mais jogos tem pelo profissional do Alviceleste no atual elenco. São 34 partidas no total, sendo sete na Série A-2 e três na Copa Paulista de 2016, quatro na Série A-3 do ano passado e 20 nesta temporada e com um gol marcado (goleada de 6 a 0 sobre o Joseense).

Titular absoluto em quase toda a campanha nesta ‘Bezinha’, o volante sofreu uma lesão na coxa direita na última rodada da 3ª fase, ficou de fora do primeiro jogo das quartas de final diante do São José, fora de casa, mas acabou sendo escalado para a partida de volta, no estádio Bento de Abreu, em uma recuperação que surpreendeu a todos.

Entretanto, Hebert revelou que as dores na coxa estão limitando alguns de seus movimentos em campo. “Sempre limita um pouco, mas só que a gente vai no nosso máximo, vai no nosso extremo e agora é momento de se doar ao máximo.

É o momento do sacrifício para que possamos conquistar o acesso”, frisou.

Apesar das dores e das limitações, o jogador garante que se depender dele, será titular amanhã (dia 11), contra o Fernandópolis, às 20h, no estádio Bento de Abreu, pelo primeiro jogo da semifinal.

“Acredito sim. Vamos ver como será nesses dois últimos treinos, mas estou bem confiante”.

A situação de Hebert é a única dúvida do técnico Ricardo Costa. Caso ele não jogue o substituto será Matheus Chiclete. O desfalque certo é o volante Eduardo, expulso diretamente na última partida.

O provável Marília para atuar amanhã tem: Geílson; Mateus Mima, Gutierrez, Guilherme Café e Lucas Praxedes; Hebert, Mykaell e Ícaro; Erik Bessa, Breno e Lucas Lima. Hoje (dia 10), às 18h, no Abreuzão, acontece o último trabalho e com portões fechados.

Texto: Jorge Luiz

Foto: Edio Jr.