Hora do troco! Maquinho pode eliminar algoz de 2017 amanhã

Jogo de volta das quartas de final contra o Rio Branco, acontece às 10h30, no Abreuzão com entrada gratuita

Texto: Jorge Luiz

Foto: Matheus Dahsan

 

Não é só o profissional do Marília Atlético Clube (MAC) que tem uma partida decisiva amanhã cedo (dia 20). O time sub-13 decide às 10h30, no estádio Bento de Abreu (entrada gratuita), uma vaga na semifinal do Campeonato Paulista contra o Rio Branco.

Neste confronto de volta das quartas de final, o Alviceleste pode até perder por um gol de diferença para avançar.

Na primeira partida em Americana, o Maquinho venceu por 2 a 0. Caso o adversário ganhe por dois gols de diferença, a definição da vaga será nas penalidades máximas.

O jogo deste domingo tem um sabor de ‘revanche’ para os maqueanos. Em 2017, nas oitavas de final do Paulista Sub-11, o Rio Branco eliminou o Marília. As duas comissões técnicas e boa parte dos atletas são os mesmos de dois anos atrás.

Na ocasião, o primeiro jogo das oitavas terminou empatado em 1 a 1, em Americana. No duelo da volta no Abreuzão, o MAC tinha a vantagem de jogar novamente pela igualdade, mas acabou sendo derrotado por 2 a 0.

“Foi uma eliminação dolorida, porque tivemos algumas desatenções e eles marcaram dois gols de bola parada”, recordou o técnico Marcos Vinícius.

O treinador maqueano disse que o estilo de jogo do adversário segue o mesmo de 2017, mas destacou que seu time tem como ponto forte a defesa.

“Só levamos cinco gols em 15 jogos. Realmente não é fácil marcar gol em nós, mas lá em Americana, apesar da vitória por 2 a 0, tivemos muitas dificuldades, pois sabemos da qualidade do adversário”, frisou.

Favoritismo maqueano

O Marília não leva um gol no estadual há seis partidas. A última vez foi no dia 1º de setembro, na goleada de 4 a 1 sobre o Olímpia, fora de casa. No Abreuzão, a última vez que a defesa foi vazada ocorreu no dia 18 de agosto, na vitória de 3 a 1 sobre o Grêmio Catanduvense.

Outro número importante é que o Maquinho está invicto na competição (14 vitórias e um empate) e tem 100% de aproveitamento em casa (7 vitórias).

O Rio Branco tem um bom rendimento como visitante no estadual, são cinco vitórias, um empate e uma derrota. Porém, das cinco vezes em que venceu longe de Americana, nenhuma foi pela diferença de dois ou mais gols, fato que necessita hoje para pelo menos levar a decisão da vaga para os pênaltis.

O técnico Marcos Vinícius disse que tem duas dúvidas no time titular. Kauã e Joaquim disputam a vaga no gol e no ataque, Wendel está 100% recuperado de uma lesão muscular e deverá voltar na vaga de Pedro Miguel.

O time maqueano terá: Kauã (Joaquim); Alessandro, Fernando, Lucas e Thiago; Xandão, Roberto, Rubira e Derick; Hugo Rocha e Wendel (Pedro Miguel).