Pela 1ª vez em quase 3 anos, mariliense não é campeão de halterofilismo

Eduardo Arenas foi 2º lugar no ‘levantamento terra’ do Mister Olímpia, em São Paulo, para deficientes físicos

Texto: Jorge Luiz

Foto: Divulgação

Desde dezembro de 2016 o mariliense Eduardo Arenas disputa competições de halterofilismo para deficientes físicos e na última sexta-feira (dia 18), pela primeira vez, não foi campeão.

Na participação do ‘Mister Olímpia’ em São Paulo, o atleta terminou na 2ª colocação do ‘levantamento terra’ com 265 quilos. O vencedor ergueu menos (220 kg), mas a disputa era por coeficiente corporal.

Eduardo Arenas pesa 110 quilos e o adversário pesava 80 kg. O mariliense chegou a levantar 275 kg, mas a arbitragem considerou o movimento irregular e não validou a marca. Apesar de ter amargado sua primeira derrota na carreira, ele não se abalou.

“Uma hora isso iria acontecer. Foi a primeira vez que eu disputei uma competição em que a categoria era o peso corporal. Eu sou atleta e sei muito bem que a derrota faz parte do esporte. O importante é não se abater. Isso me deu ainda mais motivação para treinar cada vez mais e superar meus limites”, declarou.

O Mister Olímpia é uma competição internacional e que teve a participação de mais de 70 países. O mariliense lembrou que no ano passado não participou do evento por problemas no coração.

“O vice-campeonato foi importante para mim, pois há um ano eu estava em uma mesa de cirurgia e quase morri. Foram 18 dias de UTI e o aviso de que eu não poderia competir mais. Só de ter estado lá no evento já foi uma vitória na vida”, lembrou.

A próxima competição de Eduardo Arenas será o Campeonato Gaúcho, que será disputado em Porto Alegre no dia 23 de novembro.

O atleta tem o apoio de: Unimar, Unitrauma, ortopedista Carlos Henrique Reis, cirurgião dentista Luís Carvalho, Instituto Mix Marília, Max Muscle, Academia Arena e Jason Tatoo.