Amor Exigente destaca prevenção por princípios

Assunto esteve em pauta na última edição da revista da entidade

Por Ana Carolina Godoy / Foto Divulgação

 

O Amor Exigente destaca a prevenção pela aprendizagem dos valores e princípios. O assunto esteve em pauta na última edição da revista da entidade e, em Marília, o AE provoca a discussão e reflexão em torno da questão. Os encontros abertos à população são gratuitos e acontecem às segundas-feiras.

“Temos que dirigir um outro olhar ao processo educativo; além do cérebro, o coração”, frisou a Associação Amor Exigente. A entidade frisou a necessidade de ensinar princípios e valores, como a empatia, papel de toda sociedade. Começando em casa, mas também devendo estar presente nas escolas e grupos sociais.

“É preciso ensinar a expressar sentimentos e a dar e receber ajuda”, destacou o AE. Neste mês de outubro, o Amor Exigente trabalha a cooperação na família. Segundo a associação, não basta conviver, é preciso cooperar para crescer.

A associação recebe as pessoas semanalmente de forma espontânea e gratuita. Em Marília, esses encontros são às segundas, às 20 horas. O Amor Exigente atua com um princípio por mês e em outubro a fala tem como base a cooperação mútua e o quanto o compartilhamento de responsabilidades contribui na formação dos filhos.

“Famílias desorganizadas poupam seus filhos do trabalho, tirando-lhes a oportunidade de crescerem conscientes. Cooperação é unidade que fortalece vínculos afetivos e o sentimento de pertencimento. O AE ensina que a firmeza está acima de ser rude ou permissivo. O sucesso é persistir sem criar distâncias”, mencionou a Associação Amor Exigente.

A sede do Amor Exigente em Marília fica localizada na rua Maria Angelina Zillo Vanin, 75, Jardim Estoril, na travessa da rua Santa Helena. O telefone de contato é 99786-8037. Todo atendimento é gratuito, com reuniões às segundas-feiras, das 20 às 22h.

A entidade recebe as famílias em geral, contribuindo para a prevenção e solução de problemas, acolhendo também pessoas com dependência química ou familiares de dependentes. O grupo acolhe, apoia e orienta. O método defende a ajuda mútua e fortalecimento emocional.