Servidores do Fórum protestam contra reforma previdenciária paulista

Ação é um alerta para deputados da região que aprovaram o projeto sem analisar emendas propostas pelos servidores

Por Matheus Brito / Foto: Divulgação

Servidores do Fórum de Marília paralisaram os serviços por um breve período na tarde de quarta-feira (19) em protesto contra a aprovação da reforma previdenciária paulista.

“O movimento foi mais um alerta para os deputados da nossa região que aprovaram a proposta do governador sem ao menos discutir as emendas propostas pelos servidores”, disse Antônio Vieira.

Ainda de acordo com o organizador do movimento, as mudanças aprovadas na reforma da previdência paulista acabam com direitos adquiridos para servidores em fase final de carreira.

“Já passamos por outras três mudanças. O maior problema é que querem colocar todo o servidor no mesmo balaio. Tenho 32 anos de funcionalismo e essa reforma vai implicar num período ainda maior de trabalho para obter a aposentadoria. Antes descontavam 6% dos meus salários e agora a alíquota vai para 14%”, disse.

Vieira ainda salientou que as mudanças aprovadas pela Assembleia Legislativa culpam o servidor público pelos problemas financeiros do Estado. “Parece que o servidor é quem quebra o Estado e não as más gestões. O sucateamento dos serviços vai implicar em mais sofrimento para a sociedade”, finalizou.